A autópsia da cantora Amy Winehouse divulgou que a britanica não fez uso de drogas proibidas antes da sua morte

Autópsia de Amy Winehouse

A autópsia da cantora Amy Winehouse divulgou que a britanica não fez uso de drogas proibidas antes da sua morte



Amy Winehouse

O resultado da autópsia da cantora Amy Winehouse revelou nesta terça feira que ela não havia ingerido drogas ilegais no dia da sua morte. A notícia foi divulgada pela agência Associated Press.

Os exames detectaram a presença de álcool, mas o resultado não mostra se a substância influenciou no óbito da cantora. Amy Winehouse foi encontrada morta no dia 23 de julho, em Londres, na própria residência. Diversos tabloides britânicos divulgaram que Amy havia gasto um valor de 3 mil reais em drogas, na noite anterior da sua morte.


A Família

Segunda os familiares de Amy Winehouse, a cantora morreu devido a uma forte abstinência do álcool, já que a própria Amy disse ter parado de consumir bebida alcoólica há 3 semanas antes do falecimento.