Depois da manifestação da Secretaria de Políticas para Mulheres o comercial recebeu uma notificação do Conar para ser retirado do ar

Campanha com Gisele Bundchen é suspensa

Depois da manifestação da Secretaria de Políticas para Mulheres o comercial recebeu uma notificação do Conar para ser retirado do ar

Gisele Bundchen

Uma campanha publicitária de Gisele Bundchen foi suspensa pela Secretaria de Políticas para Mulheres, do governo federal. A solicitação foi feita ao Conar (Conselho Nacional de Autorregulamentação Publicitária). A propaganda trazia a modelo mostrando a “melhor maneira” de contar más notícias ao marido.

Segundo o Conar, Gisele aparece usando uma roupa normal para falar que bateu o carro. A estratégia não dá certo e é classificada como errada. Em seguida o comercial apresenta a forma correta. A modelo repete a mesma notícia, usando apenas trajes íntimos. “Você é brasileira, use seu charme”, concluindo.

A campanha está no ar desde o último dia 20. A Secretaria afirma que recebeu muitas manifestações de indignação por parte das mulheres, sobre a nova propaganda. Foram enviados 2 ofícios, um ao Conar, pedindo que a campanha seja tirada do ar, e outro ao diretor da Hope Lingerie, Sylvio Korytowski, falando sobre o repúdio de muitas pessoas em relação ao comercial da empresa.

A Secretaria de Políticas para Mulheres diz que a campanha promove e reforça o estereótipo equivocado sobre a mulher, como objeto sexual de seu marido, ignorando os grandes avanços que foram alcançados para descontruir práticas e pensamentos sexistas.

Além disso, a Secretaria também acredita que a campanha passa uma mensagem de discriminação da mulher, indo contra a Constituição Federal.

Hope

A Hope Lingerie se manifestou informando que o objetivo da campanha era “mostrar, de forma bem-humorada, que a sensualidade natural da mulher brasileira, reconhecida mundialmente, pode ser uma arma eficaz no momento de dar uma má notícia”.

A empresa também negou que o comercial seja sexista. “Bater o carro, extrapolar nas compras ou ter que receber uma nova pessoa em sua casa por tempo indeterminado são fatos desagradáveis que podem acontecer na vida de qualquer casal, seja o agente da ação o homem ou a mulher”, concluiu.

A escolha da modelo internacional foi justamente para que essa imagem de mulher bem sucedida fosse passada aos telespectadores.  A assessoria de imprensa da Hope diz que a campanha será mantida no ar e que o contato com o governo será feito para esclarecer tais polêmicas.

Veja o vídeo da campanha: