A cerca viva pode ser utilizada com diversas finalidades, tudo depende do tipo de planta colocado. São várias as vantagens de utilizar esse tipo de cerca.

Cerca Viva

A cerca viva pode ser utilizada com diversas finalidades, tudo depende do tipo de planta colocado. São várias as vantagens de utilizar esse tipo de cerca.



Cerca Viva

Cerca Viva

São várias as formas de delimitar espaços e fazer a proteção da sua residência, essa divisão pode ser feita com muros, portões, grades, cercas de madeira, ou até mesmo uma cerca viva. E é sobre essa última opção que vamos falar aqui, a cerca viva é uma opção bonita, diferente e excelente para o meio ambiente. Seu efeito paisagístico é outro diferencial, e ela pode ser utilizada tanto em ambientes residenciais, como comerciais ou no campo.

Para fazer uma cerca viva é fácil, o primeiro passo é plantar em fileira várias mudas, de maneira uniforme. A escolha do tipo de planta depende de qual a intenção de uso daquela cerca viva, ela pode ser utilizada para proteger, embelezar ou demarcar uma propriedade. Por isso, existem plantas que são mais rígidas, outras mais finas, algumas com espinhos.


Outro ponto que também deve ser observado com cuidado é quanto ao clima da cidade, pois existem plantas que se adaptam melhor a um tipo de clima e a outro não. Como também se a cerca viva vai ficar mais no sol ou na sombra.

A cerca viva é ótima também para a privacidade de uma residência, também diminuem ruídos, melhoram a qualidade do ar, e podem até substituir muros (em cidades onde a violência é quase nenhuma, ou em condomínios residências por exemplo).



Qual Planta Escolher

[youtube]D4NMroE6Z7Q[/youtube]

São vários os tipos de plantas que podem ser escolhidos para formar uma cerca viva. Elas geralmente possuem um crescimento acelerado, o que proporciona que em pouco tempo sua cerca viva esteja totalmente fechada e da forma correta.

  • Para delimitar área podem ser utilizadas espécies como clúsia, azaléia, ixora, gardênia, buxinho, escova-de-garrafa, lantana, entre outras.
  • Para diminuir ruídos podem ser utilizadas caliandra, dracena, tuia-macarrão, murta, cedrinho, manacá-de-cheiro, malvavisco, entre outras.
  • Para barrar o vento podem ser utilizadas podocarpo, bambu-gigante, cedrinho, cipreste-italiano, kaizuka, palmeira-areca, entre outras.
  • Para proteção o ideal são piracanta, yúca, aveloz, coroa-de-cristo, berbéris, primavera, entre outras.
  • Para cerca viva com flores, uma opção que deixa ainda mais bonito o lugar, pode-se usar tumbérgia azul, abélia, hortência, bela-emília, hibisco, rosa-rugosa, entre outras.
  • E para cerca viva com plantas medicinais, podem ser usados a babosa e o alecrim.

A manutenção da cerca viva deve ser feita periodicamente, a cada 15 dias ou um mês, depende do tipo da planta e da velocidade de seu crescimento. Nessa manutenção deve ser feito uma poda para deixá-la toda por igual, retirada de sujeiras e adubação. Além de claro a necessidade de regá-la sempre.


Fotos – Cerca Viva