O Ministério da Saúde lançou um programa para combater as doenças crônicas não transmissíveis

Combate as DCNT

O Ministério da Saúde lançou um programa para combater as doenças crônicas não transmissíveis



DCNT

O Ministério da Saúde lançou na última quinta-feira (18), um programa para combater doenças crônicas não transmissíveis (DCNT), como o câncer, diabetes e doença cardiovasculares. São 10 ações ao todo.

Esse tipo de doença são as que mais matam no Brasil e no mundo. Segundo o Ministério da Saúde, 72% das mortes do ano de 2009 foram causados por esses casos. No total, são 742 mil pessoas afeadas pelas DCNT, sendo que um 1/3 das vítimas está na faixa dos 60 anos.


O secretário de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde, Jarbas Barbosa da Silva, disse que quanto mais as pessoas vivem, mais chances a doença tem de aparecer. “Na década de 1980, achava-se que as pessoas de baixa renda não fossem acometidas por estas doenças que eram tidas como de países ricos. Era uma concepção equivocada”, afirma o secretário.

Causas da DCNT

Um dos fatores que mais levam as pessoas a adquirirem esses tipos de doenças é o aumento de peso. Cerca d 16% das crianças de 5 a 9 anos são obesas. A meta do programa é reduzir esse índice pela metade. Os jovens entre 10 e 19 anos, estão cerca de 6% acima do peso. O objetivo é que o índice caia três pontos percentuais.



O tabaco e o álcool também são causadores das DCNT. O governo quer lançar campanhas publicitárias para reforçar o desligamento do vício. O trabalho com os fumantes será maior. A pasta pretende trabalhar para elevar a carga tributária do produto, dos atuais 60 para 81%.

Plano Nacional

Diminuir em 2% ao ano a mortalidade dos menores de 70 anos. Essa é a meta do Plano Nacional, que distribuirá gratuitamente, remédios para diabéticos e hipertensos arteriais. Estão inclusos no programa também incentivo para o aumento do imposto sobre o tabaco e a pratica de atividades físicas dentro do Programa Academia da Saúde. Nele, estão inclusos exames preventivos e acordo com algumas indústrias alimentícias que se comprometerão a reduzir o sal e gordura trans dos seus produtos.