Esse é o período mais seco do ano; veja algumas dicas do infectologista para evitar problemas com a baixa umidade

Como enfrentar o tempo seco

Esse é o período mais seco do ano; veja algumas dicas do infectologista para evitar problemas com a baixa umidade



Tempo Seco

Estamos na época do ano em que o tempo fica mais seco: o inverno. O final de agosto e início de setembro é considerado o tempo mais seco pelos meteorologistas, devido à passagem do inverno para a primavera. Além dos níveis de umidade do ar baixíssimos, em algumas cidades, a população sofre com o calor ou frio intenso e a poluição estagnada. A organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda que sejam emitidos orientações à população quando a umidade estiver abaixo de 30%.

Recomendações

O ar muito seco pode causa problemas às vias respiratórias. Segundo o clínico e infectologista da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) Paulo Olzon, “o ar seco provoca uma condensação do muco produzido nestas vias. Quando o ar passa, toda a poeira vai ficando grudada na parede destas vias. E o pulmão precisa fazer constante limpeza desse muco. Isso é feito pelo próprio movimento ciliar (cílios, como os dos olhos, que empurram pra cima e jogam as impurezas para o estômago). Mas como esse muco mais espesso não se consegue removê-lo, e essa secura provoca uma baixa resistência local”.


O infectologista recomenda a ingestão de muita água, evitando a desidratação e mantendo as vias respiratórias umedecidas. Caso você pratique exercícios físicos, a ingestão do líquido deve ser dobrada. O soro fisiológico no nariz e os bochechos, também são recomendados.

Evite a ingestão de comidas pesadas, elas podem dar uma sensação de cansaço. A exposição ao sol também deve ser policiada. Prefira os raios solares entre as 7 e 10 horas da manhã, ou depois das 4 horas da tarde. Use sempre protetor solar.



Com esse tempo, a pele também resseca. Use a abuse dos cremes corporais e faciais.

Como elevar umidade em casa?

Se você quer melhorar o ar da sua residência, basta ligar o chuveiro por alguns minutos e deixar o vapor se espalhar por alguns ambientes. É possível também, fazer uma inalação esquentando uma panela e cobrindo a cabeça com um pano. Só é preciso ficar atento para não sofrer queimaduras.

Toalhas úmidas estendidas pela casa, bacias de água nos quartos e a utilização de vapores elétricos, também são bem vindos.