Os resultados com os locais de prova dos inscritos para o Enem vai atrasar mais uma vez. O prazo prometido pelo Ministro da Educação já venceu

Divulgação do Enem atrasa mais uma vez

Os resultados com os locais de prova dos inscritos para o Enem vai atrasar mais uma vez. O prazo prometido pelo Ministro da Educação já venceu



Enem 2011

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais, o Inep, vai atrasar mais uma vez a divulgação do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) por escola. Irritado, o Ministro da Educação Fernando Haddad, havia prometido no dia 19 de agosto que, em 15 dias, os resultados seriam publicados nas instituições. O prazo acabou no último dia 3 de setembro.

A assessoria de imprensa do MEC (Ministério da Educação), afirmou que o atraso ocorreu por conta da apresentação de uma nova forma elaborada pelo o Inep. A presidente do instituto, Malvina Tuttman, informou em agosto que haveria uma nova maneira para a divulgação e consulta dos dados, a fim de evitar que as escolas briguem pelas primeiras posições para se autopromoverem.


Já o ministro Haddad, afirmou que o atraso não ocorreu por causa dessa nova forma, mas sim ao “recálculo do Ideb (Índice de Desenvolvimento da Educação Básica), por conta da reaplicação da Prova Brasil em 20 escolas brasileiras”, afirmou. Mas o Prova Brasil não é aplicado para alunos do ensino médio, o que não deveria atrapalhar nos procedimentos do Enem.

Inscrições

No último dia 31 de agosto, o Inep informou que, somente na região sudeste do Brasil, o número de inscritos superou as outras partes do Brasil. Segundo Ministério da Educação, o sudeste conta com um terço do total de alunos que realizam a prova em todo o Brasil. Já foram feitas 1.971.959 inscrições nos Estados de Minas, São Paulo, Rio e Espírito Santo, representando 36,7% dos 5.366.770 participantes do Enem.



A região nordeste vem em seguida, com 1.692.830 inscritos, representando 31,6% dos candidatos aptos. A região sul do Brasil ficou em terceiro lugar, com 667.581 inscritos, equivalente a 12,4%. A região norte contabiliza 552.511 inscrições, com 10,3%, seguida pelo centro-oeste, que tem o menor número, com 481.900 estudantes, com porcentagem da 9%.

O estado que inscreveu mais alunos foi São Paulo, com 901.354 pessoas. Em segundo lugar, vem o estado de Minas Gerais, com 697.838 estudantes aptos. A Bahia conquistou a terceira posição, recebendo 421.525 inscrições. A maior parte dos alunos que vão presta o Enem neste ano, possui idade entre 21 e 30 anos.

Os dados também indicam que 1.500.622 dos aptos ao exame concluirão o ensino médio neste ano. Na soma total, 1.224.157 dos participantes vieram das escolas da rede pública e o restante, 276.465 são alunos do ensino particular. Também existem os que querem utilizar o Enem como certificado para comprovar a conclusão do ensino médio, somando um numero de 545.798 inscritos.