Exercícios Resolvidos de Genética

Um dos ramos mais importantes da Biologia, é na Genética que começamos a entender como se formam as características de uma geração para outra.

Atualizado em

Exercícios de Genética

Estudamos diversos assuntos de várias disciplinas durante nossa vida na escola, tudo para que possamos ter uma melhor base de conhecimento para tudo. Um dos assuntos mais importantes estudos na Biologia, é a Genética, ciência dos genes, da variação dos organismos e da hereditariedade. Começamos a entender através dela como funciona a formação das características biológicas de uma geração para outra.

Para que possamos ter um melhor aprendizado do assunto, nada melhor do que exercitar através de exercícios de genética, confira abaixo diversos deles.

Exercícios

1- Dizemos que um determinado gene é recessivo quando sua expressão (fenótipo):
a) só acontece em heterozigose.
b) só ocorre quando em dose dupla.
c) independe da presença de seu alelo.
d) depende de características congênitas.
e) reproduz uma característica provocada pelo ambiente.

2- Moscas de coloração acinzentada cruzadas entre si fornecem moscas de cor preta. Para determinarmos se uma mosca cinza é homozigota ou heterozigota quanto ao par de genes que condicionam esse caráter, o procedimento correto é analisar a prole resultante do cruzamento dessa mosca com outra de
a) cor preta.
b) cor cinza.
c) genótipo igual ao seu.
d) fenótipo igual ao seu.
e) fenótipo dominante.

3- "Cada caráter é condicionado por um par de fatores que se separam na formação dos gametas". Mendel ao enunciar essa lei já admitia, embora sem conhecer, a existência das seguintes estruturas e processo de divisão celular, respectivamente:
a) cromossomos, mitose.
b) núcleos, meiose.
c) núcleos, mitose.
d) genes, mitose.
e) genes, meiose.

4- (Fuvest) Dois grupos de mudas obtidas a partir de um mesmo clone de plantas verdes foram colocados em ambientes diferentes: um claro e outro escuro. Depois de alguns dias, as plantas que ficaram no escuro estavam estioladas o que significa que os dois grupos apresentam:
a) o mesmo genótipo e fenótipos diferentes.
b) o mesmo fenótipo e genótipos diferentes.
c) genótipos e fenótipos iguais.
d) genótipos e fenótipos diferentes.
e) genótipos variados em cada grupo.

5- (Pucsp) "Casais de pigmentação da pele normal, que apresentam genótipo __(I)__ podem ter filhos albinos. O gene para o albinismo é __(II)__ e não se manifesta nos indivíduos __(III)__. São albinos apenas os indivíduos de genótipo __(IV)__."
No trecho acima, as lacunas I, II, III e IV devem ser preenchidas
correta e, respectivamente, por:
a) AA, dominante, homozigoto e aa.
b) AA, recessivo, homozigoto e Aa.
c) Aa, dominante, heterozigotos e aa.
d) Aa, recessivo, heterozigotos e aa.
e) aa, dominante, heterozigotos e AA.

6- (FGV) Sabe-se que o casamento consangüíneo, ou seja, entre indivíduos que são parentes próximos, resulta numa maior freqüência de indivíduos com anomalias genéticas. Isso pode ser justificado pelo fato de os filhos apresentarem:
a) maior probabilidade de heterozigoses recessivas
b) maior probabilidade de homozigozes recessivas
c) menor probabilidade de heterozigoses dominantes
d) menor probabilidade de homozigoses dominantes
e) menor probabilidade de homozigoses recessivas

7- (Ufv) Os mecanismos da herança apresentam diferentes maneiras pelas quais os genes interagem entre si e com o ambiente para manifestarem seus efeitos no fenótipo dos seres vivos. Com relação aos princípios básicos da hereditariedade, assinale a alternativa CORRETA:
a) Os genes codominantes têm menor influência no fenótipo do que os fatores ambientais.
b) Na expressão gênica os efeitos do ambiente celular não são considerados.
c) Os genes dominantes são independentes dos fatores ambientais para se expressarem.
d) Pode ser muito difícil determinar se o fenótipo resulta mais do efeito gênico do que o ambiental.
e) Na presença de genes recessivos, apenas o efeito ambiental prevalece no fenótipo.

8- (Unirio) No cruzamento de plantas verdes, normais, é possível o aparecimento de indivíduos albinos. Embora plantas albinas morram antes de produzirem sementes, a característica "albinismo" não desaparece entre elas. Isto se explica porque:
a) muitas plantas verdes são heterozigóticas.
b) plantas normais homozigóticas tornam-se albinas na ausência de luz.
c) plantas albinas tornam-se verdes na presença de luz.
d) o gene para albinismo é ativado no escuro.
e) o albinismo impede a síntese de clorofila.

9- (Uerj) Sabe-se que a transmissão hereditária da cor das flores conhecidas como copo-de-leite se dá por herança mendeliana simples, com dominância completa. Em um cruzamento experimental de copos-de-leite vermelhos, obteve-se uma primeira geração – F1 – bastante numerosa, numa proporção de 3 descendentes vermelhos para cada branco (3:1). Analisando o genótipo da F1, os cientistas constataram que apenas um em cada três descendentes vermelhos era homozigoto para essa característica.
De acordo com tais dados, pode-se afirmar que a produção genotípica da F1 desse cruzamento experimental foi:
a) 4 Aa
b) 2 Aa : 2 aa
c) 3 AA : 1 Aa
d) 1 AA : 2 Aa : 1 aa
e) 1 AA : 1 Aa : 1 aa

10- (Ufla) A primeira lei de Mendel ou lei da segregação significa:
a) um cruzamento onde se considera apenas um gene, representado por dois alelos.
b) um cruzamento de dois genitores homozigotos contrastantes.
c) um cruzamento de dois genitores heterozigotos.
d) a separação de um par de alelos durante a formação dos gametas.
e) um caráter controlado por dois ou mais genes.

11- (Puccamp) Do cruzamento de duas moscas com asas, nasceram 120 descendentes com asas e 40 sem asas. Se os 120 descendentes com asas forem cruzados com moscas sem asas e se cada cruzamento originar 100 indivíduos, o número esperado de indivíduos com asas e sem asas será, respectivamente,
a) 6.000 e 3.000
b) 6.000 e 6.000
c) 8.000 e 4.000
d) 9.000 e 3.000
e) 12.000 e 4.000

12- (Fuvest) Uma mulher normal, casada com um portador de doença genética de herança autossômica dominante, está grávida de um par de gêmeos. Qual é a probabilidade de que pelo menos um dos gêmeos venha a ser afetado pela doença no caso de serem, respectivamente, gêmeos monozigóticos ou dizigóticos?
a) 25% e 50%
b) 25% e 75%
c) 50% e 25%
d) 50% e 50%
e) 50% e 75%

13- (Uel) No homem, a acondroplasia é uma anomalia determinada por um gene autossômico dominante.
Qual é a probabilidade de um casal de acondroplásicos, que já tem uma menina normal, vir a ter um menino acondroplásico?
a) 1
b) 3/4
c) 3/8
d) 1/4
e) 1/8

14- A anemia falciforme ou siclemia é uma doença hereditária que leva à formação de hemoglobina anormal e, conseqüentemente, de hemácias que se deformam. É condicionada por um alelo mutante s. O indivíduo SS é normal, o Ss apresenta anemia atenuada e o ss geralmente morre.

Supondo populações africanas com incidência endêmica de malária, onde a anemia falciforme não sofra influência de outros fatores e onde novas mutações não estejam ocorrendo, a freqüência do gene
a) S permanece constante.
b) S tende a diminuir.
c) S tende a aumentar.
d) s permanece constante.
e) s tende a aumentar.

15- Verificou-se que em populações de regiões onde a malária é endêmica, os heterozigotos (Ss) são mais resistentes à malária do que os normais (SS). Nesse caso são verdadeiras as afirmações a seguir, EXCETO:
a) A malária atua como agente seletivo.
b) O indivíduo ss leva vantagem em relação ao SS.
c) O indivíduo Ss leva vantagem em relação ao SS.
d) Quando a malária for erradicada, ser heterozigoto deixará de ser vantagem.
e) Quando a malária for erradicada, haverá mudança na freqüência gênica da população.

16- Considere uma população em que metade dos indivíduos mantém-se heterozigota para um dado gene (Aa), enquanto que a outra metade é composta por indivíduos duplo-recessivos(a
a). Nessa população a frequência do alelo A é
a) Impossível de se determinar.
b) 1,00.
c) 0,75.
d) 0,50.
e) 0,25.

17- A frequência de indivíduos afetados por uma anomalia genética autossômica recessiva, em uma dada população, era de 0,16. Constatou-se a diminuição dessa frequência após
a) a morte de 5% da população total por falta de alimento.
b) a imigração de muitos indivíduos homozigotos dominantes.
c) o nascimento de 48 indivíduos afetados entre 300 nascidos.
d) o casamento preferencial de indivíduos heterozigotos.
e) o crescimento da população da população devido a diminuição da predação.

18- Uma população em equilíbrio é constituída de 500 indivíduos, dos quais 45 apresentam um fenótipo determinado por gene recessivo. Com base nesses dados é INCORRETO afirmar-se que
a) a freqüência de indivíduos com fenótipo dominante é 91%
b) cerca de 10% da população é homozigota.
c) o gene dominante é mais freqüente que o recessivo.
d) 30% dos gametas produzidos carregam o alelo recessivo.
e) os heterozigotos representam 42% da população.

19- A cor da raiz da cenoura é controlada por um par de genes autossômicos. O gene B é responsável pela cor branca e seu alelo recessivo, pela cor amarela.

Um agricultor colheu 20.000 sementes de uma população panmítica, que se cruza ao acaso, das quais 12.800 desenvolveram plantas com raízes brancas.

A partir dessas informações pode-se afirmar que
a) a freqüência do gene para coloração amarela é de 36% nessa população.
b) a freqüência de heterozigotos nessa população é de 24%.
c) a freqüência de plantas com raízes amarelas será de 64% se a população se mantiver em equilíbrio.
d) a probabilidade de formação de gametas B é de 80% nessa população.
e) a probabilidade de ocorrência de homozigotos nessa população é de 52%.

20- Jorge, que tem tipo sangüíneo A, Rh­ e é filho de pai tipo A e mãe tipo B, recebeu transfusão de sangue de sua mulher Tânia, que é filha de pai e mãe do tipo B. Sabendo-se que Tânia teve eritroblastose fetal ao nascer, a probabilidade do casal ter uma criança do tipo A, Rh+ é:
a) 100%
b) 25%
c) 75%
d) 50%
e) 0

21- A afirmação que uma mulher Rh­ não deve casar-se com um homem Rh+:
a) é correta, pois todos os filhos desse casal serão abortados.
b) é correta, pois todos os filhos desse casal terão uma doença grave fetal caracterizada por uma anemia profunda (Eritroblastose fetal).
c) é incorreta, pois o primeiro filho em geral não tem a anemia, mesmo sendo Rh+, bem como todos os filhos Rh­ não serão atingidos pela doença e esta só atinge uma pequena fração de casos em outras gestações de filhos Rh+.
d) é incorreta, pois filhos Rh+, mesmo no caso de glóbulos vermelhos atingirem a circulação materna em sucessivas gestações, não serão atingidos pela Eritroblastose fetal.
e) é incorreta, pois não existe influência do fator Rh positivo ou negativo nos casos de Eritroblastose fetal.

22- Na eritroblastose fetal ocorre destruição das hemácias, o que pode levar recém-nascidos à morte.
a) Explique como ocorre a eritroblastose fetal.
b) Como evitar sua ocorrência?
c) Qual o procedimento usual para salvar a vida do recém-nascido com eritroblastose fetal?

23- Assinale a alternativa cujos fatores modificam as populações mendelianas (mudanças na freqüência genética):

a) seleção, mutação, migração e isolamento;
b) seleção, mortalidade, natalidade e isolamento;
c) seleção, mutação, natalidade e isolamento;
d) mutação, migração, mortalidade e natalidade;
e) natalidade, migração, mortalidade e seleção.

24- As freqüências gênicas permanecem constantes nas populações de acordo com o equilíbrio de Hardy-Weinberg e dentro de certos critérios. Quantos, dos critérios citados abaixo, prejudicam o equilíbrio?

- Consangüinidade muito freqüente
- Migrações
- Oscilação gênica
- Mutações

a) 4
b) 3
c) 2
d) 1
e) nenhum

25- (MACKENZIE) Admitindo-se que, numa população em equilíbrio de Hardy-Weinberg, as freqüências dos genes que condicionaram o tipo de sangue sejam: IA = 40%; IB = 40%; r = 20%, a probabilidade de nascerem crianças com sangue tipo AB-Rh positivo heterozigotas é:

a) 10,24%
b) 0,16%
c) 0,32%
d) 1,28%
e) 75%

Gabaritos

1-B; 2-A; 3-E; 4-A; 5-D; 6-B; 7-D; 8-A; 9-D; 10-D; 11-C; 12-E; 13-B; 14-C; 15-B; 16-E; 17-B; 18-B; 19-E; 20-B; 21-C; 23-A; 24-A; 25-A

22- a) A eritroblastose fetal ocorre por incompatibilidade do fator Rh entre a mãe Rh­, sensibilizada por transfusão sanguínea Rh+ ou através do parto de uma criança Rh+, e o feto Rh+. Os anticorpos (anti Rh+) produzidos pela mãe sensibilizada destroem os glóbulos vermelhos fetais.
b) Pode-se evitar a ocorrência da eritroblastose fetal através de injeções de soro contendo anti-Rh. O anti-Rh destrói os glóbulos vermelhos fetais – com o antígeno Rh – que circulam no sangue materno.
c) O tratamento usual para a criança afetada pela doença consiste em:
- transfusão Rh­ em substituição ao sangue Rh+ que contém os anticorpos maternos;
- banhos de luz para diminuir a icterícia causada pela destruição das hemácias fetais;
- nutrição adequada para reverter o quadro de anemia.