A Ferrari apresentou hoje, sexta-feira (28), na fábrica em Maranello o carro F150 sará usado na temporada 2011 do Mundial de Fórmula 1. A nova Ferrari recebeu o nome de…

Ferrari F150



A Ferrari apresentou hoje, sexta-feira (28), na fábrica em Maranello o carro F150 sará usado na temporada 2011 do Mundial de Fórmula 1. A nova Ferrari recebeu o nome de F150 em homenagem à Itália, que este ano comemora os 150 anos da sua unificação.

O carro ainda não está finalizado, mas possui um “corte mais limpo em relaçao ao passado mais recente”, afirma a Ferrari. Ainda falta na Ferrari 2011 a “barbatana de tubarão” que está em fase de desenvolvimento. Até o primeiro Grande Prêmio o F150 ganhará várias novidades no chassi.


A parte da frente do F150 parece mais alta em relação à do F10. As embocaduras das entradas de ar laterais foram reduzidas e se modificou a configuração da dinâmica sobre o piloto. A suspensão posterior é de nova concepção, assim como se revisou a anterior, seguindo as remodelações da parte da frente do chassi.

Outro destaque da nova Ferrari é o trabalho especial desenvolvido voltado aos pneus. Este ano todas as equipes irão competir com pneus Pirelli. O motor é do tipo 056, possui 95 kg, oito cilindros e 32 válvulas. Só não faz F150 voar porque ainda não ganhou asas.

O presidente da Ferrari, Luca di Montezemolo, aproveitou a apresentação do F150 para dar uma alfinetada na FIA. Montezemolo teme que o novo regulamento pensado para 2013 torne a F1 uma competição de aerodinâmica.



Temos de trabalhar em conjunto com a FIA para o melhoramento das regras e dos regulamentos. Não penso que seja possível que este seja o único desporto profissional em que não se pode treinar. Temos de evitar que a Fórmula 1 se torne numa competição aerodinâmica. Não estamos num satélite nem no mundo aerodinâmico. Temos de deixar espaço para a mecânica e para os motores. Precisamos de regras estáveis mas que contenham o ADN da Formula 1.

O piloto brasileiro Felipe Massa parece bastante confiante para temporada de 2011. Massa acredita que este ano a equipe terá um carro competitivo desde a primeira prova e não acredita que será tratado com o segundo piloto da Ferrari.

Fotos da Ferrari F150