Investidores que aplicaram no mercado de ações entre 1967 e 1983 e que ainda não sacaram seus recursos, podem ter saldo no Fundo 157.

Fundo 157

Investidores que aplicaram no mercado de ações entre 1967 e 1983 e que ainda não sacaram seus recursos, podem ter saldo no Fundo 157.

Todo brasileiro deseja e sonha conquistar sua independência financeira, mas conquistar essa tão sonhada independência não é tarefa tão simples, mas é possível. Toda vez que temos um dinheiro sobrando, pensamos em alguma forma de investir e ter um retorno, ou seja, é dinheiro gerando dinheiro, as formas possíveis para isso são vários, entre elas a mais comum e mais utilizada pelos brasileiros, que é a poupança. Outras opções são as ações, títulos, fundos de investimento, entre vários outros.

Fundo 157 – O que é?

Em 1967 foi criado uma espécie de fundo de ações, chamado Fundo 157, quem investia aplicava em quotas de uma carteira de companhias abertas, e além do rendimento dos juros, tinha como benefício poder descontar de 2% a 4% no Imposto de Renda. Foram milhões de pessoas investindo, porém em 1983 o fundo foi extinto, e então todos os investidores poderiam resgatar seus saldos. Porém, até hoje cerca de 3,5 milhões de pessoas ainda não retiraram seus saldos, que chega ao volume de mais de R$ 580 milhões.

Fundo 157 – Consulta

Para realizar a consulta no Fundo 157 é bem simples e rápido. Primeiro, você deverá acessar o link que será disponibilizado logo abaixo. Logo em seguida você deverá preencher os campos que se pede no site da Comissão de Valores Mobiliários (CVM). Insira seu CPF no primeiro campo e os números ou letras que se pede na imagem ao lado do segundo campo de preenchimento, em seguida clique em continuar. Agora você poderá consultar tudo o que você queria saber sobre o Fundo 157 e saber se você possui algum valor esquecido.

Fundo 157 – Resgate

A primeira coisa e a mais importante antes de ir em busca de um resgate no Fundo 157, é saber se você possui algum dinheiro que esteja disponível para saque, para isso basta conferir acima no “Fundo 157 – Consulta”. Quem tem direito a resgatar o saldo no Fundo 157, deve consultar no site da CVM para saber qual o banco que está depositado o seu fundo, mesmo que a aplicação tenha sido feita em uma instituição financeira que não existe mais, continua disponível aos cotistas. Se o banco não encontrar seu extrato, entre em contato com a CVM. Ainda de acordo com a CVM, apenas pessoas que declararam imposto de renda, entre os anos de 1967 e 1983, e que tinham imposto devido neste período, são os que podem ter aplicação no Fundo 157.