A recente história da Web que virou notícia em todo o país foi a do jovem Brasileiro, Marcelo “Bogobil”, que descobriu através de uma falha da rede social mais importante do mundo, o Facebook, como postar gifs animados em sua página pessoal.

Gifs no Facebook

A recente história da Web que virou notícia em todo o país foi a do jovem Brasileiro, Marcelo “Bogobil”, que descobriu através de uma falha da rede social mais importante do mundo, o Facebook, como postar gifs animados em sua página pessoal.



Não é novidade que o Facebook prima pela boa aparência, simplicidade e usabilidade em sua rede social, tal característica é facilmente notada na rede e é retratada no Filme sobre o Facebook, portanto o usuário já deve ter notado que arquivos no formato .gif (graphics interchange format), comuns no orkut e no Google+, não são tolerados pelo Facebook.

Entretanto, um estudante de computação do estado de Rondônia, mais precisamente estudante de Sistemas de Informação da FGV Rondônia, o Marcelo Silva, conhecido como Bogobil na web, o qual se atribui a recente descoberta de uma brecha na rede social mais badalada do mundo, onde o usuário consegue publicar as tão intoleradas animações gráficas usando algumas linhas de código de uma forma adaptada.


O estudante de SI, descobriu no aplicativo do Path para o iOS, um script para arquivos de música. Baseando-se em tais linhas de código, ele publicou um post no Facebook, com o mesmo script, porém, substituindo um arquivo .mp3 por um arquivo .gif. Tal façanha teve êxito, e o brasileiro conseguiu postar uma imagem animada ao invés de um arquivo de áudio.

Segundo relatos de Marcelo “Bogobil”, “O que eu fiz foi postar gifs aproveitando uma falha do Facebook que não reconhece scripts por trás de links de mídia. São deles que infelizmente saem os vírus. A diferença é que são usados links externos – explicou.”



Tal façanha repercutiu rapidamente por todo o Brasil, e agora o brasileiro espera apensas ser recompensando por ter achado o BUG na rede social, pois existe uma bonificação oferecida pelo Facebook a quem achar falhas ou bugs em seu sistema.