Com o lançamento do iPhone 5, e a grande quantidade de vendas dos smartphones da marca, as operadoras iniciam a venda de nanoSIM, ou nano chips, não sendo necessário assim o corte dos chips convencionais.

NanoSIM no Brasil

Com o lançamento do iPhone 5, e a grande quantidade de vendas dos smartphones da marca, as operadoras iniciam a venda de nanoSIM, ou nano chips, não sendo necessário assim o corte dos chips convencionais.



As novidades da Apple são sempre algo que revolucionam o mercado tecnológico, mesmo com seus preços mais altos que os concorrentes, a marca é líder em vendas em praticamente todos os seguimentos que participa. Após um longo período em baixa, a Apple conseguiu se erguer novamente principalmente depois do lançamento de seu primeiro smartphone, o iPhone.

Após o lançamento de outras gerações, o iPhone começou a utilizar o nano chip, ou nanoSIM, uma versão diminuída dos chips convencionais que conhecemos. Mesmo assim, o mercado nacional não deixou de consumir o smartphone, fazendo uma “gambiarra” para conseguir o funcionamento correto do chip no aparelho, cortando o chip e deixando-o no tamanho ideal.


Com o lançamento do iPhone 5, as operadoras sabem que o mercado promete ótimas vendas, e com isso decidiram se modernizar. A Claro e a Vivo iniciaram aqui no Brasil a venda de nanoSIM. O preço cobrado é de R$ 10, em ambas as operadoras, o nanoSIM já vem preparado para operar com rede 4G, prevista para começar em 2013.