A Nota Fiscal Eletrônica é forma mais eficiente de emissão de notas, tendo diversas vantagens. E pode ser utilizada por toda empresa que seja contribuinte de ICMS.

Nota Fiscal Eletrônica

A Nota Fiscal Eletrônica é forma mais eficiente de emissão de notas, tendo diversas vantagens. E pode ser utilizada por toda empresa que seja contribuinte de ICMS.



nota-fiscal-eletronica

Para que todo país possa realizar obras, pagar custos administrativos, fazer ações econômicas e sociais, entre muitas outras funções, é necessário ter verba, que é oriunda dos impostos. Como todos sabem, os impostos são valores cobrados sobre o valor de um produto, de um serviço, dos seus ganhos pessoais, entre outras formas de tributação.

Nota Fiscal

A Nota Fiscal foi criada para realizar funções de controle e autenticação de da venda de um produto ou serviço, e é também através dela que os governos podem fiscalizar e requerer todos os impostos a serem pagos. Esse documento é emitido já a muitos anos, e trata-se de um papel onde está especificado o produto ou serviço comprado.


Nota Fiscal Eletrônica

Com os avanços da tecnologia as empresas foram se tornando cada vez mais informatizadas e tendo muitos processos de forma eletrônica, isso ajuda a ter mais rapidez e confiança dos dados. Pensando nisso, foi criada a Nota Fiscal Eletrônica, também conhecida como NF-e, um versão mais aprimorada de nota fiscal.

O que é?

A Nota Fiscal Eletrônica é um documento que existe apenas de forma digital, emitido e armazenado de forma eletrônica, com o objetivo de documentar, para fins fiscais, uma operação de compra de mercadoria ou serviço, que ocorreu entre as partes.



Possui todas as validades jurídicas de uma Nota Fiscal comum, garantida pela assinatura digital do remetente (garantia de integridade e de autoria) e pela recepção do documento eletrônico (pelo Fisco).

[youtube]bIN6sZ9qXlI[/youtube]

Vantagens

Mas qual são as vantagens da NF-e?


  • Armazenamento – O consumidor tem a segurança de ter sempre disponível em seu e-mail ou em outra forma a sua Nota Fiscal, estando assim mais seguro quanto a uma eventual perca. Já para a empresa ajuda a economizar com espaço para armazenamento, podendo guardar todas as notas emitidas de forma eletrônica;
  • Redução de custos de emissão, não havendo necessidade da utilização de impressoras ou o uso de papel;
  • Incentivo ao relacionamento eletrônico com clientes;
  • Facilita e simplifica a Escrituração Fiscal e contábil;
  • Aumento na confiabilidade da Nota Fiscal.

Entre outros.

Quem pode emitir?

Mas quem pode emitir esse tipo de Nota Fiscal, a resposta é simples – Qualquer empresa que seja contribuinte de ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços).

Existem ramos que o Fisco já obriga o uso da NF-e, mas qualquer empresa pode voluntariamente aderir a emissão eletrônica do documento. Essa emissão é feita através de um software disponibilizado pela Secretaria da Fazenda ou através do próprio software de emissão de nota fiscal comum, desde que seja autorizado.

Só pra se ter uma ideia, já são mais de seis bilhões de Notas Ficais Eletrônicas emitidas desde que o sistema começou a ser utilizado. Atualmente existem mais de 900 mil empresas que utilizam o sistema de emissão eletrônico da nota fiscal.

Para mais informações acesse o site da NF-e – http://www.nfe.fazenda.gov.br/portal/principal.aspx