O jovem advogado, recém-formado, montou um magnífico escritório num prédio luxuoso na Avenida Paulista e botou na porta uma placa dourada: Dr. José SabidoEspecialista em Direito Tributário No 1º dia…

O Mau do esperto é achar que todo mundo é bobo



O jovem advogado, recém-formado, montou um magnífico escritório num prédio luxuoso na Avenida Paulista e botou na porta uma placa dourada:

Dr. José Sabido
Especialista em Direito Tributário

No 1º dia de trabalho, chegou bem cedo, vestindo o seu melhor terno, sentou-se na sua confortável poltrona atrás de sua escrivaninha, e ficou aguardando o primeiro cliente.
Meia hora depois batem à porta.  Ele, sorridente,  pede para a pessoa entrar e sentar-se.


Rapidamente, apanha o telefone do gancho e, para ‘fazer grau’,  começa a simular uma conversa:

– Mas é claro, Sr. Mendonça, pode ficar tranqüilo! Esta causa está ganha. Liquidamos com os nossos argumentos! O juiz já deu parecer favorável!…
Sei, sei… Como?
Ah, os meus honorários?
Não se preocupe!
O senhor pode pagar os outros 50 mil na semana que vem!…
É claro!…
O que é isso, sem problemas!…
O senhor me dá licença agora que eu tenho um outro cliente aguardando…
Obrigado…
Um abraço!



Bate o fone no gancho com força e diz:

– Muito bem. E o que o senhor deseja?

– Eu vim instalar o telefone!