A taxa SELIC 2012 teve leve redução para o ano de 2012, refletindo diretamente na economia do país, pois tal taxa está intimamente ligada com as taxas de juros cobradas por bancos, por exemplo, o que incentiva o consumidor a buscar o crédito.

Taxa Selic

A taxa SELIC 2012 teve leve redução para o ano de 2012, refletindo diretamente na economia do país, pois tal taxa está intimamente ligada com as taxas de juros cobradas por bancos, por exemplo, o que incentiva o consumidor a buscar o crédito.



A Taxa Selic se trata de um índice medido anualmente no qual os juros do Brasil se baseiam, ou seja, dependendo da variação da Taxa Selic, os juros praticados por bancos, por exemplo, sofrem alterações. Portanto, pode-se dizer que ela é caracterizada por ser uma taxa básica que é tomada como uma referência pela política monetária do país.

O Copom (Comitê de Política Monetária), é responsável por estabelecer uma meta para a taxa SELIC, que é expressa em forma anual, e consiste em uma média ponderada (que leva em consideração desvios) pelo volume do total de operações de financiamentos ocorridas em um dia, que são propagadas em títulos públicos federais na forma de operações de compromisso.


A Taxa Selic 2012 teve considerável redução, o que trás impacto direto na economia do país, impactos sentidos em setores onde são praticados juros baseados nesta taxa, como em financiamento de veículos e cheques. Tais alterações mal foram sentidas e já se nota reflexo nos setores citados, mais pessoas estão sendo atraídas ao crédito devido a essa redução.

Fórmula para Cálculo

A taxa média ajustada das mencionadas operações de financiamento é calculada de acordo com a seguinte fórmula:



onde,

Lj: fator diário correspondente à taxa da j-ésima operação;
Vj: valor financeiro correspondente à taxa da j-ésima operação;
n: número de operações que compõem a amostra.