O site que vaza documentos secretos conhecido como WikiLeaks existe desde 2007, mas tomou notoriedade pela primeira vez este ano quando divulgou um vídeo que mostra militares americanos fuzilando iraquianos…

WikiLeaks Brasil – Documentos Secretos



O site que vaza documentos secretos conhecido como WikiLeaks existe desde 2007, mas tomou notoriedade pela primeira vez este ano quando divulgou um vídeo que mostra militares americanos fuzilando iraquianos de um helicóptero, ataque que acabou com a morte de dois jornalistas da agência de notícias Reuters. Nas últimas semanas o WikiLeaks voltou a ser notícia no mundo inteiro após divulgar mais de 250 mil documentos referentes à diplomacia dos Estados Unidos, entre eles existem documentos secretos do Brasil.

Fundado pelo australiano Julian Assange, a WikiLeaks é uma organização transnacional sem fins lucrativos que desde 2007 publica documentos confidenciais e é considerado um risco à segurança internacional. Entre os grandes vazamentos de documentos no WikiLeaks estão milhares de documentos das guerras do Afeganistão e do Iraque.


WikiLeaks Brasil

O site WikiLeaks tem em mãos pouco mais de 2800 documentos brasileiros, sendo 1947 da embaixada americana em Brasília, 777 do Consulado em São Paulo, 119 no Rio de Janeiro e 19 em Recife. Hoje, 1 de dezembro de 2010, dois deles já foram publicados. Os documentos mostram críticas sobre o Plano Nacional de Defesa vindas do ex-embaixador americano no Brasil.

Segundo o telegrama enviado em janeiro de 2009 por Cliford Sobel a Washington, o plano dá mais ênfase à “independência” no controle de armamentos do que ao “uso eficiente de recursos”, e que o governo brasileiro dará prioridade à alianças com nações que estejam dispostas à transferir.



A formação socialista do PT do presidente Lula é evidente nos esforços de engenharia social através de serviço militar obrigatório, em prejuízo de uma defesa mais efica.

Além disso, o diplomata trata como “paranóia” a atividade de organizações na Amazônia e a proteção das reservas petrolíferas.

Não há nenhuma ameaça às reservas de petróleo brasileiras, mas os líderes brasileiros e a mídia têm citado as descobertas de petróleo no mar como razão urgente para melhorar a segurança marítima. Essa preocupação se fundiu à busca de duas décadas do Brasil por desenvolver um submarino nuclear, dando um novo ímpeto à pesquisa sobre um pequeno reator para propulsão naval.

A jornalista Natalia Viana foi convidada por Assange e sua equipe para tornar públicos os documentos sobre a embaixada e consulado norte-americanos no Brasil. Nos próximos dias, o site WikiLeaks mostrará ao público brasileiro histórias pouco conhecidas de negociações do governo por debaixo do pano, informantes que costumam visitar a embaixada norte-americana, propostas de acordo contra vizinhos, o trabalho de lobby na venda dos caças para a Força Aérea Brasileira e de empresas de segurança e petróleo.